gravatar

As (habituais) indefinições no futebol do SLBenfica

Vejo com precupação que o futebol do Benfica "parece ser liderado por mulheres" (comic mode ON). Só são capazes de tratar de um assunto de cada vez...

Já o ano passado foi a mesma treta. Centram tudo no plantel principal e nas contratações que, habilidosamente, demoram eternidades até... se perderem ou custarem mais 20% do que deveriam.

E vão-se acumulando temas que, bem geridos, são autênticas "contratações de luxo a custo zero". A saber, vejam o que temos para colocar e que poderia já estar a somar pontos a nosso favor:

Dispensados do Plantel principal:
- Makukula - uma opção válida para qualquer equipa da 1a Liga
- Zoro - saída para o estrangeiro e "alivio" financeiro
- Luis Filipe - uma opção válida para qualquer equipa da 1a Liga
- Bynia - saída para o estrangeiro e pequeno retorno financeiro (1M€)
- Freddy Adu - saída para o estrangeiro (França é boa opção)
- Balboa - saída para o estrangeiro e "alivio" financeiro
- Moretto - saída para o estrangeiro ou opção válida para qualquer equipa da 1a Liga
- Jorge Ribeiro - opção válida para qualquer equipa da 1a Liga
- Yu Dabao - opção válida para muitas equipas da 1a Liga e todas da Vitalis
- Halliche - opção válida para muitas equipas da 1a Liga e todas da Vitalis

Emprestados do ano passado, sem lugar no plantel
- Ivan Santos - Destino obrigatório: 1a Liga
- André Carvalhas - Destino obrigatório: 1a Liga
- Romeu Ribeiro - Destino obrigatório: 1a Liga
- Ruben Lima - Destino obrigatório: 1a Liga
- Miguel Rosa - Destino obrigatório: 1a Liga
- Elkeson - Destino obrigatório: 1a Liga
- Bruno Costa - opção válida para muitas equipas da Vitalis
- Walter Moraes - opção válida para algumas equipas da Vitalis

1º Ano de Séniores com necessidade de rotação profissional:
- Ysmehal Yartey (tem contrato prof.) - Destino obrigatório: Vitalis
- Leandro Pimenta (tem contrato prof.) - Destino obrigatório: Vitalis
- David Simão (tem contrato prof.) - Destino obrigatório: Vitalis
- José Alves "Coelho" (tem contrato prof.) - Destino obrigatório: Vitalis

1º Ano de Seniores que dificilmente serão jogadores do Benfica:
- Pedro Eugénio - Boa opção para plantel que lute pela manutenção na 1a Liga
- João Pereira - Boa opção para plantel que lute pela manutenção na 1a Liga
- André Soares - Boa opção para plantel da Vitalis
- Abel Pereira - Boa opção para plantel da Vitalis
- Pedro Miranda - Boa opção para plantel da Vitalis
- Diogo Freire - Boa opção para plantel da Vitalis
- Ivanir Rodrigues - Boa opção para plantel da Vitalis
- Helio Vaz (tem contrato prof.) - Boa opção para plantel que lute pela manutenção na 1a Liga

- Treinador de Juniores
A saída de João Alves abre espaço para um novo treinador. Tarda a escolha e com ela tarda o início da preparação da nova época.

- Treinadores "ligados emocionalmente ao Benfica":
Diamantino Miranda, Alvaro Magalhães, António Veloso, Carlos Mozer, Vitor Paneira, Rui Bento, João Alves, etc.
Estes treinadores poderão ser excelente forma de garantir a rodagem aos jogadores emprestados, através da colocação deles em Clubes da Vitalis e 1a Liga.

E depois temos ainda as "boas dores de cabeça" que são a elevada maturidade que já revelam o Mário Rui, Roderick, Danilo, Lassana e Nelson Oliveira que ainda são juniores nesta próxima época. Deverão, na minha perspectiva, ficar nos juniores, com treinos regulares nos séniores e presenças em convocatórias sempre que possível.

Saibam antecipar as situações para que não voltemos a dispensar jogadores como o Toumany Sambú.

Clubes como Nacional, Belenenses, Estoril, Aves, Guimarães, Leixões, Paços Ferreira, Leiria, Santa Clara, Varzim, Gil Vicente são excelentes opções para os nossos jogadores.

gravatar

Concordo em absoluto com o artigo!Pena é que não se trabalha a este nível no SLB...Os recursos humanos que todos anos produzimos são desperdiçados!Em vez de utilizarmos estes jovens para estendermos uma rede de influência,de modo aproveitarmos os jogadores para o futuro e também para que não tenhamos vários clubes contra nós quando se votam propostas,deitamos a rua todo o potencial que geramos!Um caos completo o nosso futebol jovem,no momento da passagem a seniores