gravatar

Resumo Actualidade SLBenfica

Fiorentina em Lisboa por Luisão
Como há muito tenho previsto, Luisão tudo indica que não fará parte do plantel. O destino mais que provável, como eu anunciei há muito no Twitter GB, deverá ser Itália. A incógnita é o valor (será menos de 15M€, seguramente). Mal vendido, mas venda quase inevitável.

Reyes definitivamente fora da Luz
No GB eu já tinha anunciado a quem quis ler, o SLBenfica nunca quis manter Reyes. Quem tem Fábio e DiMaria nunca pensaria em manter um jogador de 150.000€/mes, irregular e que custa 8 ou 9M no total.

A "incógnita" Roderick
Adensa-se a dúvida. O que fazer a Roderick que tem apresentado uma maturidade muito acima da média? Mais uma época nos juniores? Manter no plantel? Emprestar na Vitalis? As opiniões dividem-se, mas a minha escolha só passará por colocá-lo se for possível ter garantias de titularidade regular. Caso contrário, a escolha obvia é jogar nos juniores e treinar com regularidade nos séniores e na Intercalar.

Os sinais positivos da pré-epoca
O "novo" Aimar, agora a 10 puro é um regalo para a vista. A "relevação" Coentrão é agora um jogador mais maduro, mais de equipa e evidência trabalho e preocupação. O "show" DiMaria, é um diamante raríssimo e Jesus está a delapidar. Cardozo e Saviola numa combinação perfeita de instinto matador e irreverência técnica.

As dispensas
Makukula, Balboa, Jorge Ribeiro, Adu, Luis Filipe, Bynia e Zoro são as "cartas fora do baralho". As soluções que prefiro vão no sentido da desvinculação definitiva de todos, preferencialmente colocando-os todos fora de Portugal.

Os sinais menos do plantel
Sepsi não me convence, nunca o tinha feito. Yebda e Martins têm qualidade para fazer muito melhor. Patric e Schaffer, mais o primeiro que o segundo, precisam de melhor adaptação e regularidade ao longo dos 90', mas têm potencial.

Colocação das jovens promessas
Falta apenas definir o destino de Miguel Rosa e Ivan Santos, depois da colocação de Yartey e Leandro Pimenta (Beira-Mar), David Simão e Carvalhas (Fátima), Romeu Ribeiro (Trofense), Ruben Lima (Setúbal), Coelho (Paços de Ferreira). Os dois últimos poderão seguramente fazer parte das opções regulares em equipas a primeira divisão, ao mesmo tempo que os demais o poderão fazer em equipas da Vitalis. As colocações poderão ter sido mais-valias para todos.

O que falta chegar
Apenas duas posições se esperam que seja reforçadas. Um medio defensivo de combate, assim uma especie de Petit ou se quiserem um Yebda que entre de caras na equipa. Ramires e Amorim também podem fazer essa posição, mas com menor capacidade física, a opção é Javi Garcia. Ao nível do avançado, pretende-se um ponta-de-lança fixo. A hipótese Marcel (sem custos) agrada a Jorge Jesus e a mim também.

O ADN do Benfica de Jorge Jesus
O novo paradigma da equipa do Benfica é a marca pessoal de Jorge Jesus: Uma equipa combativa, luta incansável, garantia de sangue e suor. Tacticamente a aposta é no 442 / 433 ou mesmo 4231... tudo isto ao longo de um jogo e com as mesmas peças. Um luxo que nem todos podem ou sabem fazer...

gravatar

Excelente leitura.

Só espero que não estejas certo na questão do Luisão :)

Cumprimentos,

Tiago Pinto